Tipos de pessoas que traem em relacionamentos felizes - Moldando Mentes

Ninguém gosta da ideia de traição, quem dirá de ser realmente traído pelo seu parceiro, é uma das piores sensações e só quem já passou sabe as sequelas que uma traição pode deixar, pensando nisso que surgem as perguntas de que será que é possível traçar um perfil de quem trai? Haverá características físicas e de personalidade que nos tornam mais propensos a trair?

Foi através dessas dúvidas que o site de relacionamentos Meu Rubi fez uma pesquisa com os seus usuários e chegou a conclusão que podem existir alguns perfis que podemos identificar como traidores. Confira a lista:

1- Fãs de Rock:

Isso aí! Pode ser uma simples coincidência ou não, mas 40% dos usuários entrevistados eram fãs de rock, gostavam e se identificavam com esse gênero musical. Vamos escolher os que gostam de rap que é mais garantido. rs

2- Ciumentos possessivos:
Contradição, podemos assim dizer, mas a explicação é óbvia, as pessoas que traem são mentirosos natos e consequentemente tem medo que seus parceiros façam o mesmo, assim se tornam ciumentos possessivos.

3- Homens que a mulher sustenta a casa:

Homens que são sustentados pela mulher são mais propensos a trair, segundo a pesquisa. A teoria é de que os homens sentem que a masculinidade é abalada e buscam relações extraconjugais para compensar.

4- Homens que trabalham com TI:
Segundo dados do site, homens que trabalham com tecnologia da informação ou engenharia da computação compõem 36% daqueles que traem Não há uma teoria para explicar, mas é bom ficar de olho nessa estatística

5- Pessoas que já traíram antes: 
Tudo bem que essa teoria nem sempre é certa, afinal as pessoas mudam, mas os dados mostram que 70% das pessoas que traem os seus parceiros atuais, já traíram nos relacionamentos anteriores.

6- Homens mais velhos e com status ($):
Homens mais velhos e com uma vida financeira estável são mais propensos a trair, isso porque são mais atraentes e chamam mais atenção, a inteligência e experiência de vida pode ser um fator favorável nesses casos também. 65% dos usuários que traem tinham uma vida social e financeira mais estável.

Através desses perfis podemos ter uma base de quem trai e ficar mais de olho para embarcar em um próximo romance, é bom lembrar que a pesquisa não é comprovada cientificamente, mas nada mais justo que pesquisar mais sobre a pessoas que estamos interessadas e procurar entender melhor o outro.

Lembrando que a traição é uma escolha. Uma escolha que afeta e pode deixar marcas permanentes naquele que foi traído.

Texto de Liandra Souza do site meurubi.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: